sexta-feira, 4 de novembro de 2016

DESCOBRI QUEM REALMENTE SOU

D eixei de ficar me arrastando aos seus pés
E ra a hora desse meu sono ilusório despertar
S enti que ao seu lado eu não passava de um Zé
C arente de um amor que você não tinha para dar
O som do silêncio era tudo que ouvia da sua boca
B rincando com o meu amor para sua amiga saber
R efém de uma paixão que tornou minha vida louca
I nocente coração a sua maldade não conseguia ver

Q ueria ser vidente para descobrir suas aventuras
U ma vez de frente ao espelho sua máscara caiu
E ntão notei que em seu coração não havia candura
M entira um dia queima como a chama do fogo no pavio

R evolta pode até causar ao bom homem a vingança
E sperei a tempestade passar para poder me acalmar
A os poucos vi em meu comportamento uma mudança
L ágrimas por mais ninguém na vida irei derramar
M eu coração blindei e hoje ele parece uma rocha
E desse jeito quero ver quem é que pisa em mim
N ão acredito no amor e nem em quem diz que me gosta
T enho feridas que transformaram-me num cara ruim
E squeça que te amei e siga sozinha o seu caminho

S inta o amargo do fel em sua boca com meu adeus
O meu jardim é lindo, mas guarda flores com espinhos
U m amor que era um fruto doce por sua causa apodreceu

Nenhum comentário: