terça-feira, 8 de julho de 2014

MEIO QUE DE ESCANTEIO

M eu coração é uma arena deserta sem seu amor
E stou na arquibancada esperando pela sua atenção
I mpedido estou de sentir do seu beijo o sabor
O placar não muda e só aumenta a minha aflição

Q ueria ser um técnico para entender o seu jogo
U m sinal de alegria para acabar com meu lamento
E stou perdido na marca de pênalti feito um bobo

D e certo não vou suportar até o segundo tempo
E liminado pelo seu amor já se sente meu coração

E ncerrar com esse seu desprezo já estou pensando
S airei sem nenhuma vitória e sem a taça nas mãos
C airei na final, mas não ficarei por ti chorando
A lgum dia você vai saber que pisou na bola comigo
N a beira do campo você vai gritar pelo meu perdão
T enha certeza que nessa hora não estarei contigo
E spero que sinta como é ficar no banco da solidão
I dolatrei a demais e acabei de escanteio e ferido
O final do seu jogo chegou e não haverá prorrogação

Nenhum comentário: