domingo, 27 de junho de 2010

Se está tudo terminado

Se está tudo terminado,
então cada um para o seu lado.
Se eu não sou mais o seu amado,
acabou!assunto encerrado.

De mim não tenha dó,
das cinzas às cinzas, do pó ao pó.

Se este é mesmo o fim,
não tenha pena de mim.
As coisas são mesmo assim,
um dia você ganha e outro perde enfim.

Em minha garganta há apenas um nó,
Das cinzas ás cinzas, do pó ao pó.

Não me peça para eu entender,
apenas seu amigo eu não posso ser.
O meu mundo era somente eu e você,
e vejo agora o nosso amor padecer.

Vá embora e me deixe aqui só,
das cinzas ás cinzas, do pó ao pó.


Miranda de Moura
Publicado no Recanto das Letras em 17/02/2009
Código do texto: T1444336

Nenhum comentário: